segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Irmão de músico do Falamansa é preso por assassinar a própria mãe


                      Na imagem publicada em uma rede social, Ana Canonico aparece entre os 
filhos Dezinho (esq.) e Mauro (dir.)
Suspeito de assassinar a própria mãe estrangulada na última sexta-feira, Mauro Canônico, 37, disse que cometeu o crime porque ela "pediu", segundo depoimento do marido da vítima dado à polícia. Mauro Canônico é irmão do percussionista da banda de forró universitário Falamansa, André Canônico, conhecido como Dézinho. Ele foi detido ontem em casa e confessou o assassinato de Ana Sudário Canônico, 59. Segundo o pai do suspeito, o filho sofre de esquizofrenia e cometeu o crime porque deixou de tomar remédios controlados de que faz uso. Ele disse ainda que o filho é interditado judicialmente --o que o impede de responder a processo criminal. No depoimento dado à polícia ontem, o pai do suspeito contou que, ao chegar em casa, por volta das 14h, tocou a campainha e ligou no celular de Mauro, mas não teve resposta. Após gritar o nome do filho, o pai do suspeito disse que Mauro Canônico abriu a porta da residência e anunciou que havia matado a própria mãe porque ela estava com câncer na garganta e pediu para ser morta. Mais cedo, a vítima havia ligado para o marido e dito que estava com medo porque o filho não estava bem. O pai disse que encontrou a mulher caída em meio a pratos quebrados e talheres em um dos corredores da casa onde moravam, no condomínio Riviera Paulista, na rua Antônio Joaquim da Rosa, Jardim São Luiz (zona sul de São Paulo).

MAIS FORRÓ

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

OBRIGADO POR COMENTA NO BLOG FERNANDO.COM SEU PORTAL DE FORRÓ