segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Banda Magníficos: Por que não inovar?





A banda Magníficos, uma das mais tradicionais do forró, está sempre com a agenda lotada, percorre todo o país e possuí uma legião de fãs. No entanto, fica devendo em um pequeno detalhe: Inovação. Não me refiro ao quesito técnico, pois as apresentações do grupo contam com o que há de mais moderno em som e iluminação. Me refiro ao repertório, que há algum tempo vem sendo motivo de queixa dos fãs.

Costumo baixar diversos shows de forró e percebo que há bastante tempo o repertório do grupo está quase que intacto, com raras mudanças... Pra ser mais sincero, as únicas modificações ocorrem no bloco de sucessos de outros artistas. O playlist de sucessos próprios continua praticamente o mesmo.

Pergunto: Por que não inovar? A banda tem um nome forte no mercado e uma pequena mudança no repertório não causaria nenhum grande dano comercial.

Concordo que a banda Magníficos possuí inúmeros sucessos que marcaram época na década de 90 e com certeza devem ser relembrados nos shows, porém as canções lançadas nos últimos anos estão sendo pouco aproveitadas.

No 2° DVD, por exemplo, há uma lista extensa de ótimas canções que quase não foram trabalhadas, como "Aí Eu Quero Ver", "Feito Um Beija-Flor", o clássico "Clarão Da Lua" e o belíssimo dueto de Sâmya e Walkíria em "Coisas do Amor". O elogiado volume 17, intitulado "O Primeiro Beijo", é composto por belas músicas que até agora não foram tocadas nos shows.

Deixo claro que sou um grande admirador do trabalho da banda, mas registro aqui uma crítica que não é só minha: A Magníficos precisa de novidades!



As opiniões citadas acima são de total responsabilidade do autor.
Por Junior Motta.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

OBRIGADO POR COMENTA NO BLOG FERNANDO.COM SEU PORTAL DE FORRÓ