domingo, 31 de março de 2013

'Dominguinhos já abre os olhos e a boca', afirma Guadalupe, mulher do sanfoneiro



Dominguinhos está cada dia melhor, é o que diz a mulher do sanfoneiro, Guadalupe, em conversa com o Purepeople nesta quinta-feira (28), para a alegria dos fãs. Ela ainda afirma que o cantor já abre os olhos e a boca, e que desde que foi transferido de Recife, no Pernambuco, para o Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, em janeiro, ele só melhora. "Ele está olhando para mim agora e apertando minha mão. Acredito que não será uma recuperação rápida, mas ele melhora a cada dia. Não digo que em Recife o tratamento era ruim, mas aqui ele já avançou bastante", declarou: "Também estamos no processo para iniciar o tratamento com uma fonoaudióloga". O músico ficou em coma durante um tempo e polêmicas foram criadas em volta de sua doença. Inclusive, o primogênito de Dominguinhos, Mauro da Silva Moraes, declarou anteriormente que o coma do cantor era irreversível - o que não foi confirmado pela assessoria do Hospital Sírio-Libanês, onde ele está internado, nem pela mulher do compositor. Guadalupe ainda afirmou que Mauro entrou com um processo contra ela, que é procuradora do músico, e a filha mais nova de Domingos, Liv. Questionada se o filho do sanfoneiro ainda insiste no processo, ela foi taxativa: "Eu não sei. A gente têm uma única preocupação no momento, que é o Dominguinhos. Nossa vida é ele". Em entrevista anterior, Guadalupe contou que Mauro vivia afastado e que não fazia parte da família, mesmo sendo um parente. "É uma estratégia dele para ganhar algo", afirmou na época. Sua filha com o cantor, a também cantora Liv Moraes, está em Recife resolvendo assuntos familiares. "Nós somos as responsáveis por ele, por isso a Liv teve que viajar. Temos que cuidar de tudo. Somos nós a família: Domingos, eu e Liv", finaliza, sempre deixando um recado para tranquilizar os fãs - que organizaram uma caminhada em apoio à recuperação do carismático sanfoneiro. "Ele está melhorando". O compositor de 72 anos foi internado após sofrer complicações decorrentes de um câncer de pulmão, em Recife, Pernambuco. Ele sofreu inúmeras paradas cardíacas e foi hospitalizado com arritmia cardíaca e infecção respiratória, entrando em coma em seguida.

(Por Alberto Lobo)

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

OBRIGADO POR COMENTA NO BLOG FERNANDO.COM SEU PORTAL DE FORRÓ